3 minutes min

NBR 10152: o que diz a norma sobre conforto acústico

nbr_10152_o_que_diz_a_norma_sobre_conforto_acustico_1

 

Saiba o que diz a norma NBR 10152 sobre conforto acústico e qual é a sua importância no mercado, lendo nosso artigo. Confira tudo aqui!

Em função do crescimento populacional e do uso indevido dos espaços urbanos, a qualidade de vida - principalmente em grandes centros - vem sendo comprometida pela poluição sonora.

Os níveis de ruído e a poluição sonora, seja em espaços físicos compartilhados ou residenciais, não podem ser deixados de lado, inclusive por serem uma questão de saúde.

A Norma Brasileira 10152 (NBR 10152) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) entra em cena para estabelecer os parâmetros técnicos e avaliar a intensidade sonora adequada para cada ambiente. É uma importante medida reguladora de ruídos. 

Confira no nosso artigo qual o objetivo da NBR 10152, seus principais conceitos em relação aos ruídos em ambientes diversos e por quais motivos ela é tão importante e respeitada.

O que é a norma NBR 10152 da ABNT e qual seu objetivo?

A norma NBR 10152 tem o objetivo de estabelecer as condições mínimas para a aceitabilidade do ruído ou intensidade sonora - a sigla NBR quer dizer Norma Brasileira. Em outras palavras, ela regula os níveis de ruído para o conforto acústico em um determinado ambiente.  

Assim, além de especificar regulamentações, a norma também aplica ajustes nos níveis medidos para casos de ruídos apresentando características especiais. 

Já com relação às interações, ela vai além da aplicação em edifícios residenciais, abrangendo também instalações e empreendimentos comerciais, hospitais, escolas, aeroportos, entre outras edificações.  

Com a NBR 10152, as atividades sonoras devem permanecer dentro de um padrão saudável para a saúde física e mental de todos e também para um melhor convívio social.

Qual é a importância da NBR 10152 em um projeto?

A norma NBR 10152 foi publicada na versão 2017, no dia 24 de novembro, sendo atualizada e aperfeiçoada.

Ela define faixas de valores em decibéis para o conforto acústico de cada ambiente ou localidade, sempre de acordo com o cálculo dos parâmetros de pressão sonora ponderada, níveis da pressão sonora e ponderada (ambos em decibéis) e a curva de avaliação de ruído (NC).

Desta forma, é extremamente necessária a participação de um especialista em acústica durante a fase de concepção e desenho de um projeto. Pois o arquiteto precisa saber sobre o layout mais favorável para atender às normas vigentes.

E, assim, os profissionais que cuidarão da obra ficarão instruídos sobre quais os tipos de forros e revestimentos mais apropriados para o tratamento acústico do ambiente.

Conforme previsto pela Norma de Desempenho NBR 15575, é importante também pontuar que todas essas diretrizes do projeto devem ser compatíveis com outros requisitos também importantes, como: ventilação, iluminação, proteção ao fogo, entre outros.

Acesse aqui o Catálogo ABNT onde a norma NBR 10152 já está disponível e atualizada.