Perda de audição

09/27/2017
  • Curiosidades
ISOVER perda de audição

CONHEÇA MAIS SOBRE A SURDEZ


Esse é um problema que afeta inúmeras pessoas de forma total ou parcial todos os anos. Ela pode sim, ser um problema de nascença, mas também pode ser ocasionada pelo avançar da idade e hoje em dia, principalmente, por fatores externos.

A surdez de nascença não possui nenhuma explicação para sua causa, porém em alguns casos ela pode ser revertida. Ao realizar o “Teste da orelhinha”, é possível diagnosticar o problema de forma precoce e a partir disso, realizar um tratamento que seja compatível com as necessidades da criança.

Fatores genéticos também podem causar a perda de audição, assim como o avançar da idade. Afinal, as vias auditivas, compostas pelas chamadas orelhas externa, média e interna, também envelhecem, trazendo uma dificuldade maior de audição.

ATENÇÃO REDOBRADA

Mas, o que realmente vêm preocupando os médicos é a perda de audiç ão ao manter-se em contato constante e por um longo espaço de tempo em locais com ruídos extremamente altos.
 
ISOVER perda de audição 2
 

UM PEQUENO INIMIGO

Outro fator que faz parte da realidade de muitos é o uso constante de fones de ouvido. Seja no trabalho ou no transporte público, o acessório é visto com facilidade nos ouvidos das pessoas. Porém, o que é utilizado para desvencilhar os ruídos externos pode trazer grandes problemas.
 
ISOVER perda de audição fone

Sendo assim, é muito importante ter cautela e evitar ao máximo a exposição em locais que temos consciência de que nossa audição pode ser prejudicada. No caso de utilização de fones de ouvido, por exemplo, vale ficar atento em relação ao volume do aparelho, assim como em televisões e shows em geral. Poupar sua audição agora é uma excelente forma de evitar problemas no futuro!

"Sem o som e a música a vida seria um erro" - Friedrich Nietzsche

 

COMO O SOM AGE SOBRE O CORPO HUMANO

09/27/2017
  • Curiosidades
ISOVER SOM SOBRE O CORPO HUMANO
Ouvir é uma tarefa exclusiva do sistema auditivo. Mas o corpo inteiro tem a capacidade de “escutar” e absorver os impactos sonoros. O som está diretamente ligado a saúde, capaz de promover o bem-estar, a cura, o maior rendimento ou, quando em excesso, prejudicar de forma irreversível. Descubra as peculiaridades desse complexo mundo do som.

A memória e a percepção do som

A percepção auditiva é a interpretação e a associação realizada pelo nosso cérebro para compreender o ambiente em que estamos, antes mesmo de nascermos. Entre o terceiro e o sexto mês de gestação, as vibrações sonoras externas transitam o fluido uterino, permitindo que o feto estabeleça os primeiros contatos sensoriais com o mundo externo. Assim, inicia-se um um processo de reconhecimento e memorização dos sons que será levado para a vida inteira.

A conexão entre os sistemas auditivo e cerebral oferece a capacidade de reconstruir e selecionar as mensagens sonoras graças à intervenção da memória e da atenção. É por isso que conseguimos reconhecer vozes, compreender a fala e diferenciar simples ruídos de uma bela música. Pode parecer complexo, mas é um processo tão natural que nem notamos no dia-a-dia. Um exemplo: o som da chuva. Perceba que muitas vezes nem avistamos o céu, mas apenas pelo barulho da água tocando a superfície, associamos que o clima está chuvoso.

As sensações auditivas

O sistema auditivo consegue entender os sons através de três características: a sonoridade, tonalidade e timbre. Responsável pela sensação de intensidade, a sonoridade permite que a gente perceba se o som é forte ou fraco. Já a tonalidade está relacionada à frequência do som - agudo ou grave. Por último o timbre nos indica a característica do som. Cada voz e instrumento musical possuem timbre próprio, o que nos permite diferenciar cada um dos elementos.
 
ISOVER infográfico ouvido
 

A localização dos sons

Já se perguntou como conseguimos reconhecer as distâncias dos sons? Com apenas um ouvido não é possível determinar com exatidão. É por isso que o nosso sistema auditivo conta com a audição bineural: a informação auditiva captada por cada ouvido. Através dessa audição “tridimensional”, conseguimos detectar as distâncias e direções da fonte sonora, organizando e reconstruindo diversos elementos sonoros que nos rodeiam.


Escute o que seu ouvido tem para dizer

O sistema auditivo consegue entender os sons através de três características: a sonoridade, tonalidade e timbre. Responsável pela sensação de intensidade, a sonoridade permite que a gente perceba se o som é forte ou fraco. Já a tonalidade está relacionada à frequência do som - agudo ou grave. Por último o timbre nos indica a característica do som. Cada voz e instrumento musical possuem timbre próprio, o que nos permite diferenciar cada um dos elementos.
 

O ruído e seus malefícios 

Não podemos nos proteger dos sons desconfortáveis fechando os ouvidos, como fazemos naturalmente com os olhos. Sabemos que nosso sistema auditivo é atingido constantemente por ruídos que geram impactos negativos à saúde. Conheça cada um deles:
 
  • PSICOLÓGICO
A intensidade da perturbação nem precisa ser elevada para que o corpo sinta as consequências que vão desde a irritação, estresse, depressão e a queda de produtividade tanto no trabalho quanto nas atividades diárias;

 

  • MASCARAMENTO
É quando os ruídos impedem que a pessoa ouça outros sons, como conversas ou até mesmo sinais de alerta. Isso impede que a pessoa tenha um convívio social ou que se proteja em caso de emergência;
 
  • FÍSICO
O ruído é capaz de danificar o ouvido, ocasionando sérios problemas auditivos como o zumbido, ou até mesmo a perda auditiva. Outros impactos também são responsáveis pela alteração da respiração, aumento da pressão sanguínea, aumento da produção de hormônio e ácido gástrico, entre outras.

Nesse universo sonoro, é possível compreender o quanto os diversos estímulos são capazes de interferir diretamente no corpo, sem que ao menos sejam captados pelo sistema auditivo. A relação entre a produtividade, saúde e bem-estar estão diretamente relacionados pelo som. Quem deseja alcançar a longevidade e a qualidade auditiva deve respeitar os limites estabelecidos pela nossa própria natureza biológica




"A paz que procuramos pode estar no silêncio que não fazemos." Charles Chaplin

A ciência do som

09/25/2017
  • Curiosidades
ISOVER_a_ciência_do_som_1

 

A natureza fala com a gente...

E desde cedo aprendemos a decifrar essa linguagem através dos sons. Seja pelo ruído das folhas secas anunciando a chegada do Outono ou a mudança do tempo trazida pela agressividade dos trovões. Para entender a ciência do som, devemos primeiro compreender a história da humanidade. Desde os primórdios somos estimulados pelos sons da natureza. Uma importante conexão que ajudou o homem ir além das eras históricas.

O tempo passou, o homem foi evoluindo e modificando o seu ambiente para que este evolua com ele, principalmente quando falamos em tecnologia. O som da natureza foi substituído por alertas dos despertadores, pelas buzinas dos carros e os toques dos dispositivos eletrônicos. O relacionamento homem/som é muito mais profundo e mesmo assim, nossa evolução deixou de ouvir os avisos da natureza.
 

E HOJE: O QUE PRECISAMOS TER PARA OUVIR?

Com a evolução do homem, passamos a escalar mais produtividade, buscar a globalização e longevidade. No entanto, um problema pode ser tão escalável quanto a solução. A consequência do homem ter deixado de lado a conexão com a natureza e substituído pela tecnologia é a falta de qualidade de vida, estresse e problemas de saúde, principalmente quando falamos da poluição sonora nos grandes centros urbanos.

A população e as autoridades estão se conscientizando sobre as consequências negativas do ruído. Diante da necessidade de ter uma área responsável em desenvolver soluções e melhorias na sonoridade urbana, surgiu o estudo da engenharia acústica (ufa, ainda bem!). É o ramo focado no desenvolvimento de sistemas eletroacústicos e controle de intensidade de ruídos e vibrações do ambiente. O profissional da área é responsável por desenvolver técnicas e equipamentos que ajudam a controlar o ruído dos mais diversos ambientes, desde a acústica subaquática até mesmo na fiscalização de emissão de vibrações e ruídos urbanos. Pode passar despercebido, mas o trabalho dele é justamente deixar tudo mais silencioso e produtivo.


 

TECNOLOGIA E SOM, UMA COMBINAÇÃO HARMONIOSA

Durante a história da humanidade, o homem sempre buscou a necessidade de mudar o ambiente ao seu redor. E a tecnologia contribuiu para isso, garantindo a nossa evolução ao longo do tempo, facilitando processos, acelerando a comunicação e gerando rápidos resultados. Dentro desse cenário, o som merece grande destaque. Os estímulos sonoros são fonte para que o homem buscasse novos recursos, como por exemplo, a criação do telefone lá no século XIX. Quem diria que a necessidade da comunicação e da inclusão tornaria uma simples ferramenta em um objeto essencial para os dias atuais.
 



Durante a história da humanidade, o homem sempre buscou a necessidade de mudar o ambiente ao seu redor. E a tecnologia contribuiu para isso, garantindo a nossa evolução ao longo do tempo, facilitando processos, acelerando a comunicação e gerando rápidos resultados. Dentro desse cenário, o som merece grande destaque. Os estímulos sonoros são fonte para que o homem buscasse novos recursos, como por exemplo, a criação do telefone lá no século XIX. Quem diria que a necessidade da comunicação e da inclusão tornaria uma simples ferramenta em um objeto essencial para os dias atuais.

A VOZ DA RAZÃO

Som e ciência estão muito mais conectados do que imaginamos. Mas precisamos entender que a natureza nunca estará desatualizada, afinal, ela é fonte inesgotável de inteligência. Quando o homem entender a dose certa do consumo tecnológico, harmonizando com uma urbanização equilibrada e que respeite os recursos naturais, aí sim a população estará apta a viver do jeito em que devemos viver, colhendo os frutos da tecnologia, sem abrir mão da voz da natureza. Lembre-se: esse é o único som que não devemos deixar de ouvir.


"Às vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido." Fernando Pessoa

Dia Internacional da Conscientização sobre Ruído

04/25/2017
  • Curiosidades
Noticia Inad - Nova
Com o tema "Conforto acústico e educação, um bem para você e sua audição", o evento INAD 2017 acontece no próximo dia 26/04 na sede da UMAPAZ - SVMA & Monumento às Bandeiras para promover o Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído.

26/04 | Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído 


Imagine as cabeças dos personagens humanos e cavalos do Monumento às Bandeiras com fones de ouvido amarelos. Mais que uma figura de linguagem e expressão, é um sinal de alerta à população e um basta ao ruído excessivo em prol do silêncio! 

Essa é a “intervenção urbana” criada pela Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo e a ProAcústica (Associação Brasileira para a Qualidade Acústica) em um dos monumentos mais expressivos e reconhecidos da cidade de São Paulo, localizado na região do Ibirapuera. 

Para ampliar a consciência sobre o impacto do ruído na vida cotidiana da população, além da intervenção, será oferecido um ciclo de palestras para Estudantes, organizações de bairros, Prefeitura, Secretarias Municipais, Universidades, Organizações setoriais e população em geral. 

Um dos pontos altos da programação são os 60 segundos de silêncio - parte do manifesto global criado pela International Noise Awareness Day (INAD) em 1996 nos EUA e celebrado anualmente nesta data.

A Isover, através da ProAcústica, apoia essa causa.
Para saber mais a respeito, acesse o site: http://www.proacustica.org.br/inad/2017/

Simulador acústico DB Station

11/21/2016
  • Curiosidades
db station banner home

db STATION - SIMULADOR DE ISOLAÇÃO ACÚSTICA ISOVER

db station banner
 
 


Graças ao simulador acústico da Saint-Gobain ISOVER, situações de ruídos acústicos podem ser avaliadas em diversos ambientes ou nas situações do cotidiano (barulho da TV, conversas, transporte público, vizinhos, etc.) para determinar facilmente o tratamento acústico para ser realizada tanto no exterior ou no interior da casa, assim você sabe qual é a melhor solução para evitar a poluição sonora do ambiente externo e interno.


Diferentes situações ruidosas encontradas no dia a dia foram identificadas e para cada uma delas, serão apresentadas as possíveis soluções de isolamento acústico e a comparação das alternativas.

Através de exemplos, gráficos e experiências sensoriais, o usuário ou o profissional, poderá testar o desempenho acústico de diferentes produtos e soluções Isover, visando resolver com êxito a patologia identificada.

A qualidade dos exemplos dos ruídos e soluções apresentadas, dependerá significativamente da capacidade de reprodução do seu dispositivo. Para obter uma melhor percepção das simulações e desempenho das alternativas, recomendamos o uso de fones de ouvido.


 
Download DB Station na App store     Download do aplicativo DB Station na Google play    

 



SCREEN SHOTS



db station screenshots